terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Resgate dos cãezinhos em tubulão no Olhos D'Água em BH...


Inicialmente fui com dona Eni até o local indicado pelo Jorge da Egesa. Eu e ele tivemos que cavar a entrada do canal que já estava coberta pela terra da obra, quase os soterrando. Nas duas últimas fotos, a família depois de atendidos pelo dr Marcelo Lobão, e após o banho para tirar a terra. Os filhotes estarão disponíveis para adoção a partir do dia 26 de março. Procuramos alguém que adote o pai (Raul) e a mãe (Carolzinha) juntos, pois todo esse tempo eles não se separaram...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

O emociante resgate dos filhotes de uma cadela em tululão...

video video video
Estes filmes registram o resgate dos filhotes que foram paridos dentro deste tubulão de concreto no bairro Olhos D'água em BH. Fui procurado na sexta dia 18 pelo Jorge da Egesa, (empresa que fica em frente ao lote), ele nos encontrou e levou-nos até o local. Os filhotes estavam com cerca de cinco dias de vida e lá foi o local que a cadela achou mais seguro para dar a luz, em tubulão de concreto com quarenta centímetros de diâmetro, a cerca de dez metros da saída. Assim, não tivemos outra alternativa senão entrar lá dentro. Na verdade o nosso Héroi Anderson foi quem se aventurou entrando no duto, pois eu já havia tentado um dia antes quando fui lá com a dona Eni. Porém, como estou um "pouco" gordo e o canal é estreito (só consegui me arrastar por três metros, pois o duto se afunila). Retornei no sábado com nosso amigo Anderson que a cumpriu a missão com maestria e coragem. Vejam, como foi difícil, mas felizmente exitosa a empreitada.
Mais uma vez, muito obrigado Anderson. Vc é um Assis!!!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

A partida da Nanáh!


Esta é a Nanáh, uma égua de cerca de cinco anos, que foi resgatada pela colega Maria Irene em uma favela na região Noroeste. Nanáh, apesar de uma fratura mal consolidada na perna, ainda era explorada na carroça para sustento de uma família. Infelizmente a grande maioria dos carroceiros, não cuidam como deveriam de seu "meio" de sobrivivência, os cavalos, burros, jumentos, etc. Após resgatada, Nanáh ainda passou alguns meses em uma baia, onde viveu seus últimos dias com um tratamento que todos os cavalos deveriam ter. Aliás, todos os animais merecem ter. Com carinho e cuidados! Mas infelizmente após alguns exames de veterinários, ela foi sacrificada, pois não vinha apresentando melhoras. Nanáh se foi e ficou a nossa missão de olhar pelos animais "de tração" que sofrem toda espécie de maus tratos, a todo momento... Quem sabe agora com a sanção da Lei 10.119/11 pelo prefeito Márcio Lacerda, os animais "de tração", tenham respeitados seus direitos à viverem sem violência e maus tratos.

Postagens populares